Sobre mim

Estava à procura de um laço para uma cerimónia e queria algo diferente, parecia que todos os laços que encontrava eram feitos com os mesmos padrões. É que para quem nasce nos anos 80, onde tudo é possível, não estranha bolas com riscas ou o vermelho aliado ao rosa, mas só encontrava mais do mesmo.

 

" Bolas, Riscas, Cornucópias não é nada disto que eu quero, eu quero um laço mais irreverente."

 

Foi assim que a ideia da Weev nasceu.

 

Decidi deixar de lado a arquitectura, área em que me formei, e avançar com este projecto. Não tinha qualquer conhecimento no ramo mas tinha uma certeza, queria dar ainda mais pinta aos nossos homens (e mulheres).

 

Costumo dizer que os meus laços têm uma identidade própria, porque sou eu que os corto e coso à mão, e gosto de ver como ficam todos diferentes, pode haver quem não os ache perfeitos mas eu acho que é exactamente isso que os torna únicos.

 

Diana Nunes